Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Só uma pergunta...

por Nunovsky Ops, em 14.11.20

Depois de ver as noticias das matinais das 13, apenas tenho uma pergunta:

Como vai o stock de papel higiénico da malta?

Ainda bem que o confinamento parcial era para evitar aglomerações....

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:00

Do Céu ao Inferno

por Nunovsky Ops, em 14.11.20

Como é possível?

Como é que chegamos aqui?

Como é que de exemplo na primeira vaga, de país modelo na pro-actividade, passamos a ser um dos piores ao nível de infecções por 100.000 habitantes?

Os culpados, já sabemos, somos nós porque o nosso Governo fez de tudo para isto não acontecer... isto segundo o nosso PM.

Acontece que desde Maio andamos a imitar a cigarra em vez de trabalharmos como a formiga.

Onde andaram os estrategas do Governo para as diferentes áreas da economia? Que planeamento, que estratégias foram gizadas para o país enfrentar a 2ª vaga (e já agora a 3ª)?

As medidas discricionárias, aleatórias e ziguezagueantes, os Grande Prémios, os Avantes e etc minaram por completo a credibilidade das instituições competentes...

O desastre que é a comunicação institucional da DGS e do Ministério da Saúde... 

Na minha humilde opinião o aumento exponencial do numero de casos explica-se somente pela percepção instalada na sociedade que a crise económica já chegou e, daí, existe a necessidade de sobrevivência, de trabalhar para conseguir algum sustento... Ninguém quer parar...

Deveríamos ter aprendido alguma coisa desde Maio... nem que fosse olhar para as estratégias que alguns países adoptaram como por exemplo o Japão que percebeu desde cedo que, mais do que vencer, deveria instruir a população a conviver com o vírus.

É fácil? Claro que não mas...

 

PS: A tricas políticas e atitudes como a do PCP (ao não adiar o Congresso) fazem mais pelos chegas deste país que qualquer campanha eleitoral...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:04

O que é que é isto????

por Nunovsky Ops, em 15.10.20

Eu queria escrever algo engraçado, algo com estilo, umas piadas ao género do RAP mas... é impossível!!

Com o nível destes artistas é impossível....

Se não fosse triste, isto era de uma pessoa se atirar para o chão a rir...

Que circo... E, desculpem, eu sei que é anti-patriótico dizer algo de mal por isso... o palco é deles e eles dizem tudo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:50

Noticias parvas do Mundo ... e até de Portugal

por Nunovsky Ops, em 05.07.20

Quando pensamos que já vimos tudo, a realidade faz-nos uma infracção grave por trás merecedora de admoestação com cartolina vermelha... (ah...saudades do prof. Manuel Machado...).

 

Pá, o Hans Christian Andersen nunca me enganou... A discriminação que foi feita aos bacalhaus e ás sardinhas... As nossas crianças nunca mais vão ser as mesmas... (especialmente se os pais se alhearem da educação!

 

Estou mesmo a ver que o Vice-Presidente vai ser o Eminem e o Secretário de Estado da Defesa o Snoop Dog...

 

Tchss, nem sei o que escrever... Vai ter de ser limpinho, limpinho...

 

Como diria o Jack Pallance: "Believe it or not"...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30

O que o vírus NÃO nos deu

por Nunovsky Ops, em 10.06.20

Há uns dias atrás, neste mesmo espaço, fiz uma reflexão sobre tudo aquilo que esta pandemia nos trouxe, a faculdade que podermos olhar e de podermos observar cuidadosamente tudo aquilo que nos rodeia fazendo uma análise critica, mas sempre subjectiva,  dos mesmos.

Os últimos dias trouxeram-nos algumas histórias (e estórias) que me levaram a querer escrever alguns lamentos quase inquisitórios ao vírus (se ele me estiver a ler que se digne a refutar...).

Sim, foram feitas promessas pelo Sr. Covid-19 que não estão a ser cumpridas e, como tal, as expectativas estão a sair defraudadas...

Foi-nos prometido que com a presença do Sr. tudo ia mudar, as pessoas iam mudar, Portugal ia mudar, o mundo ia mudar. E paro por aqui, no mundo, porque no espaço as coisas mudaram. A PPP que levou mais uns astronautas para o espaço resultou e as coisas fora da Terra vão ser diferentes. 

Mas o espaço é longe e caro e por isso estávamos todos a contar que o Sr. Covid-19 cumprisse aquilo que prometeu.

Disseram-nos que as pessoas iam dar mais valor ao essencial, ao humanismo, aos afectos, às relações sociais e ao património... E o que verificamos é que continua a ser mais importante a #hashtag, o "estar" e ser visto, o eu e não o nós, as indignações momentâneas e de circunstancia...

Disseram-nos que Portugal ia mudar e, assim, teríamos um jornalismo independente, imparcial e escrutinador e não uns meros papagaios e caixas de ressonâncias das redes sociais ; teríamos Estadistas que pensariam o país de forma integrada, com estratégias consensuais para uma década independentes de ideologias e não políticos que pensam nas próximas eleições e nos tachos para os boys e na polarização da extrema esquerda e da extrema direita (uma alimenta a outra...).

O Sr. Covid-19 prometeu que teríamos respeito pelas profissões que o senhor trouxe para a ribalta como os profissionais da saúde, do ensino, das forças de segurança, da logística, etc. com sessões de palminhas às 22:00 e o que verificamos são insultos, agressões físicas e desconsiderações e o frio esquecimento ingrato.

Por algum tempo o Sr. iludiu-nos com a quimera de que estávamos todos no mesmo barco, na onda democrática da pandemia mas o que temos é um aumento das desigualdades, o aumento da mortalidade não-Covid e o aumento da intolerância.

Até no futebol o Sr. deu-nos a ilusão de uma união e reflexão sincera e o que temos é um "mais do mesmo", de grunhisse, de violência e de afastamento gradual dos mais sensatos.

No mundo, o Sr. Covid-19 teve a oportunidade de arrumar uns Bolsonaros, Trumps, Putins e Jong-uns da face da Terra e a única coisa que fez foi pôr em sentido o Boris. Teve também a oportunidade de fazer com que a morte de uma pessoa (seja em que circunstancia) fosse encarada sempre como uma tragédia independentemente da sua cor ou género...

Mas o que mais me chateia é que o Sr. não conseguiu fazer ver ao mundo é que só através da educação se pode ser melhor, ter espírito critico, votar, ser mais tolerante e ter melhores condições de vida. 

No fundo, e em jeito de conclusão, o Sr. Covid-19 prometeu muito e não cumpriu. É apenas mais um político da nossa praça...   

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Som do Dia

por Nunovsky Ops, em 10.06.20

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades.

  • Jorge Palma - A gente vai continuar

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:56

25 de Abril

por Nunovsky Ops, em 25.04.20

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:33

Processo de Infantilização Social em Curso II

por Nunovsky Ops, em 20.04.20

Hoje estou um pouco azedo, para não dizer ácido...

Caíram-me mal, durante o fim de semana, os episódios d"Os Caricas" no canal Panda que este país se tornou...

Então não é que a máquina de spin política de quem nos governa e suporta começou a entrar em ação com as técnicas de 2011? Não viram? Então eu explico: começou a tentativa de divisão interna e externa. 

Internamente, e ao longo destas ultimas semanas, começou a ser uma heresia, um crime de lesa-á-pátria criticar qualquer decisão do governo e do parlamento. Ninguém questiona porque é que a DGS ziguezagueia em recomendações e pareceres sobre o recolhimento, os picos de pandemia e o uso de máscaras...

Ninguém questiona porque é que vão existir aumentos para a função publica... Todos batem palmas e louvam os profissionais das forças de autoridade e dos Serviços de Saúde (mais do que justo e merecido) e não se insurgem pelas novas contratações para os hospitais a €6,42 à hora...

Já para não falarmos do layoff: és trabalhador do sector privado levas 2/3 de salário; és funcionário publico levas 100% porque na constituição não está prevista esta figura jurídica de layoff para o setor publico assim como a perda de outros privilégios e remunerações...

Agora, e mais caricato, temos a tentativa de dividir entre democratas e fascistas aqueles que são contra e a favor das comemorações do 25 de abril. Valha-nos as intervenções de João Soares e Vasco Lourenço (jasus nem imaginam como me custou escrever isto...).

Estes senhores pensam que o 25 de abril deve ser comemorado na Assembleia... Não podiam estar mais enganados e só revela que se julgam donos disto tudo...

O 25 de abril, dia da Liberdade, comemora-se na rua, nas nossas casas, na internet, a ver um concerto, a ver uma peça de teatro, a ir a um museu, a ver um evento desportivo ou então simplesmente a viver Portugal..."Os Caricas" este fim de semana, fizeram mais pelos Venturas e quejandos que 100 comícios...

Felizmente muitos já começam a ver o Panda Biggs (mais de 90 mil subscritores da petição contra as comemorações...)

Externamente vão começar as campanhas de nós contra os outros do norte da Europa.

O Trump e o Bolsonaro não contam para o nosso Totobola, o Boris a partir do momento que elogiou o enfermeiro português passou a ser um estadista do camandro, e os chineses alimentam esta coisa toda... Resta-nos os alemães, os holandeses e os escandinavos...

Aqueles malandros não querem contribuir para a nossa causa.... Malandros...

No verão fechamos as praias e os restaurantes e assim já não vão poder apanhar grandes tosgas e passearem-se por aí como lagostas ao sol...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:18



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.





Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D