Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Os Novos Zandingas

por Nunovsky Ops, em 30.07.20

Governo avança com reabertura de bares e discotecas, mas sem pista de dança e com fecho às 20h

https://expresso.pt/sociedade/2020-07-30-Governo-avanca-com-reabertura-de-bares-e-discotecas-mas-sem-pista-de-danca-e-com-fecho-as-20h

 

Pá, e não é que os Gato Fedorento tinham razão... Autênticos oráculos dos nossos dias...

Ai se a malta da Dgs e do Governo assinam a Netflix.... Vai ser bonito...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:14

Perguntas Incontinentes - Best Of

por Nunovsky Ops, em 26.06.20

Estava eu a vaguear aqui pelo blog (a limpar o pó à mobília) e dei por mim a reler alguns dos "episódios" passados das perguntas incontinentes (1, 2, 3) e reparei que algumas das questões ainda mantêm uma actualidade quase que arrepiante, o que só demonstra o estado das coisas cá no burgo.

Resolvi, então, tentar fazer um Best Of daquelas perguntas que ainda estão incontinentes... Porque as questões que desafiam a destreza das dúvidas e a origem das espécies continuam...E não nos dão descanso...

  1. O que é que é feito daquele movimento "Não TAP os olhos" e do António Pedro Vasconcelos?
  2. Alguém sabe o que é feito da Greta?
  3. As medicinas alternativas já encontraram algum tratamento para o Covid-19 para além daqueles propostos pelo Nelo Chapeiro?
  4. Alguém sabe de alguma palavra que signifique austeridade mas que não soe isso?
  5. Será que estamos todos cientes do tsunami económico que vem aí?
  6. Porque é que os ajuntamentos só são possíveis sob determinadas circunstancias com o uso de t-shirts do Che, usar bandeiras vermelhas ou cantar a Internacional?
  7. Existe alguém neste país que tome decisões concretas para o nosso futuro ou estamos à espera das "decisões no âmbito da União Europeia" (€€)?
  8. Alguém conhece algum plano do Turismo de Portugal/Governo para o sector do Turismo sair do poço em que se encontra e que envolva uma estratégia com todos os envolvidos (regiões de turismo+ CM+hotelaria+transportes+animação+cultura)?
  9. Será que "vamos ficar todos bem" ou vai ser cada um por si numa autentica lei da selva?
  10. Como é que se chama o Ministro do Planeamento?

O pagamento das respostas a estas e outras questões será sob forma de rolos de papel higiénico e latas de atum que foram armazenados desde Abril...

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00

O que o vírus NÃO nos deu

por Nunovsky Ops, em 10.06.20

Há uns dias atrás, neste mesmo espaço, fiz uma reflexão sobre tudo aquilo que esta pandemia nos trouxe, a faculdade que podermos olhar e de podermos observar cuidadosamente tudo aquilo que nos rodeia fazendo uma análise critica, mas sempre subjectiva,  dos mesmos.

Os últimos dias trouxeram-nos algumas histórias (e estórias) que me levaram a querer escrever alguns lamentos quase inquisitórios ao vírus (se ele me estiver a ler que se digne a refutar...).

Sim, foram feitas promessas pelo Sr. Covid-19 que não estão a ser cumpridas e, como tal, as expectativas estão a sair defraudadas...

Foi-nos prometido que com a presença do Sr. tudo ia mudar, as pessoas iam mudar, Portugal ia mudar, o mundo ia mudar. E paro por aqui, no mundo, porque no espaço as coisas mudaram. A PPP que levou mais uns astronautas para o espaço resultou e as coisas fora da Terra vão ser diferentes. 

Mas o espaço é longe e caro e por isso estávamos todos a contar que o Sr. Covid-19 cumprisse aquilo que prometeu.

Disseram-nos que as pessoas iam dar mais valor ao essencial, ao humanismo, aos afectos, às relações sociais e ao património... E o que verificamos é que continua a ser mais importante a #hashtag, o "estar" e ser visto, o eu e não o nós, as indignações momentâneas e de circunstancia...

Disseram-nos que Portugal ia mudar e, assim, teríamos um jornalismo independente, imparcial e escrutinador e não uns meros papagaios e caixas de ressonâncias das redes sociais ; teríamos Estadistas que pensariam o país de forma integrada, com estratégias consensuais para uma década independentes de ideologias e não políticos que pensam nas próximas eleições e nos tachos para os boys e na polarização da extrema esquerda e da extrema direita (uma alimenta a outra...).

O Sr. Covid-19 prometeu que teríamos respeito pelas profissões que o senhor trouxe para a ribalta como os profissionais da saúde, do ensino, das forças de segurança, da logística, etc. com sessões de palminhas às 22:00 e o que verificamos são insultos, agressões físicas e desconsiderações e o frio esquecimento ingrato.

Por algum tempo o Sr. iludiu-nos com a quimera de que estávamos todos no mesmo barco, na onda democrática da pandemia mas o que temos é um aumento das desigualdades, o aumento da mortalidade não-Covid e o aumento da intolerância.

Até no futebol o Sr. deu-nos a ilusão de uma união e reflexão sincera e o que temos é um "mais do mesmo", de grunhisse, de violência e de afastamento gradual dos mais sensatos.

No mundo, o Sr. Covid-19 teve a oportunidade de arrumar uns Bolsonaros, Trumps, Putins e Jong-uns da face da Terra e a única coisa que fez foi pôr em sentido o Boris. Teve também a oportunidade de fazer com que a morte de uma pessoa (seja em que circunstancia) fosse encarada sempre como uma tragédia independentemente da sua cor ou género...

Mas o que mais me chateia é que o Sr. não conseguiu fazer ver ao mundo é que só através da educação se pode ser melhor, ter espírito critico, votar, ser mais tolerante e ter melhores condições de vida. 

No fundo, e em jeito de conclusão, o Sr. Covid-19 prometeu muito e não cumpriu. É apenas mais um político da nossa praça...   

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

10 Perguntas Incontinentes II

por Nunovsky Ops, em 27.04.20

Porque as questões que desafiam a destreza das dúvidas e a origem das espécies continuam... E urge algumas perguntas com objetividade.

  1. O governo, que logo no inicio da anterior legislatura fez da reversão da privatização da TAP uma prioridade, de que é que está à espera para nacionalizar ou anunciar um plano de ajuda como a França fez com a AF?
  2.  Será que vamos assistir a uma facebookização da sociedade portuguesa onde só existem boas pessoas e onde todos se dão bem, defendem a paz e a bondade com pessoas animais e pedras?
  3. Já receberam o reembolso do IRS na vossa conta bancária?
  4. Usaram o manual do Bloco de Esquerda para cantarem a "Grândola Vila Morena" à janela no 25 de Abril?
  5. Alguém sabe de alguma palavra que signifique austeridade mas que não soe isso?
  6. A reboque do medo instalado, será que vamos ter as mesmas medidas de controle de noticias falsas ou suscetíveis de alarme social como na vizinha Espanha?
  7. Quem é que vai ao desfile do 1º de maio na baixa? (depois vai uma mini em casa de cada um ok?)
  8. Já seguiu o carregamento de supositórios da Ach Brito para os EUA?
  9. Será que estamos todos cientes do tsunami económico que vem aí?
  10. A aletria fica melhor com leite ou água?

 

O pagamento das respostas poderá ser feito em barris de petróleo ou em sacos de tremoços.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:30

Algum J.P. Sá Couto disponível?

por Nunovsky Ops, em 16.04.20

"PS Porto propõe fundo para comprar computadores para alunos carenciados"

As desigualdades entre crianças com e sem acesso a meios informáticos é “inaceitável” e, em tempos de pandemia, agravam ainda mais o “risco de reproduzir fenómenos de desigualdade, de pobreza e de exclusão para o futuro”. Quem o diz é o PS/Porto, que propõe a criação de um fundo com um valor mínimo de 1,5 milhões de euros para adquirir equipamentos informáticos e oferecer acesso à internet aos alunos mais carenciados da cidade.

https://www.publico.pt/2020/04/16/local/noticia/ps-porto-propoe-fundo-comprar-computadores-alunos-carenciados-1912639

 

Será que ainda vão a tempo?

Será que avisaram o Ministério da Educação ou o Governo desta preocupação?

Terá sido por causa da TVI?

Ainda vamos ter um Magalhães 2.0 !!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:40

O Inicio

por Nunovsky Ops, em 15.04.20

A primeira declaração...

O primeiro post...

Observar Portugal do ponto de vista de quem está numa das portas de entrada e saída do país...

Fora da bolha da Capital do Império que teima em voar em passarolas... Longe do país real... Mas, nos nossos dias, o que é o real e o que é o fictício?

Isto vai ser giro... ou então não!!!

O que importa é que, neste período histórico em que estamos todos assombrados e em isolamento social por causa de um inimigo silencioso e impiedoso, não podemos perder o bom senso e a objectividade...

Assim espero...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55



Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


subscrever feeds




Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D