Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O debate VSCosta vs FCRio

por Nunovsky Ops, em 15.01.22

No dia 13, em prime time, tivemos o confronto final, o derradeiro tira-teimas, o mano-a-mano, o debate final...

 No fundo tivemos o debate da praxe entre o candidato do PS e o outro candidato do PS mas intitulado com aqueles clichés que a comunicação social caseira tanto gosta...Um conjunto de banalidades e boutades ditas em função da eleição que se avizinha...

Eu sei que muitos dirão que se trata do futuro do país e que deveria prestar atenção ao debate mas infelizmente, para mim, trata-se apenas de um conjunto de lugares comuns e argumentos demagógicos para alimentar a imagem de que o futuro da nação se discute... Erro pois a verdadeira negociação é feita nas sedes partidárias e nos escritórios de certos advogados...

Será que têm uma estratégia para o país que não seja em beneficio próprio ou dos seus correligionários em vez do beneficio comum? Será que têm uma visão global sobre todo o território e não apenas pelas "bolhas" urbanas de Lisboa e Porto? Será que conhecem as dificuldades do cidadão comum? Disseram alguma coisa decente e construtiva no debate? Não sei por que não vi, não vi as repetições nem os comentários ao jogo.

Decidi ver uma reportagem televisiva, à hora da contenda política, sobre um senhor que vive sozinho numa aldeia de Boticas desde 2007. Sim 2007, há cerca de 15 anos. 

 © Leonel de Castro/Global Imagens

O caso pessoal do Sr José tornou-se publico graças a uma reportagem do DN "A aldeia de um homem só".

Depois as redes sociais fizeram chegar a informação ao clube do coração do sr José e a partir daí tudo se desenrolou para que este fosse ver um jogo ao Dragão... (curiosamente a onda das redes sociais começou com um adepto de um clube rival...).

Na reportagem assinada pelo (grande) Ricardo Amorim são despejados nos nossos olhos uma catadupa de problemas sociais que deveriam ser prioridades políticas: a desertificação do interior, o envelhecimento demográfico, os serviços sociais de proximidade, os serviços de utilidade publica etc. Que banho de realidade... E o poder local a fazer das tripas coração para acudir os seus concidadãos... E a comunicação social local que deve ser apoiada...

Depois da reportagem pensei: "os meus impostos devem ser aplicados nestes casos..." Demagogia? Eu sei que sim, mas se os outros podem eu também posso...

O link da reportagem (sem clubites apenas serviço público...): https://portocanal.sapo.pt/um_video/lwgSSr46IQ58cYWOAh8f

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:04


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


subscrever feeds




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D