Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



E a culpa agora é do Passos?

por Dafrog, em 26.01.21

Quando em 2011 Passos Coelho "mandou os professores emigrarem", levou porradinha de todos os lados. Quando em 2016 Costa fez exactamente o mesmo, houve quem o defendesse. Questões de prismas. Mas para que cada um tire as suas ilações, aqui ficam as frases caro leitor (ou leitora caso alguém do Bloco de Esquerda nos esteja a ler, que isto de não ferir "coninhas" está muito na moda):

"É muito importante para a difusão da nossa língua. É também uma oportunidade de trabalho para muitos professores de português que, por via das alterações demográficas, não têm trabalho em Portugal e podem encontrar trabalho aqui em França”, António Costa a 12 de junho de 2016.

“Estamos com uma demografia decrescente, como todos sabem, e portanto nos próximos anos haverá muita gente em Portugal que, das duas uma: ou consegue nessa área fazer formação e estar disponível para outras áreas ou, querendo manter-se sobretudo como professores, podem olhar para todo o mercado da língua portuguesa e encontrar aí uma alternativa”, Passos a 18 de dezembro de 2011.

Vai daí, sabendo que faça o que fizer não se passa nada, a sotôra Marta T(r)emido, decidiu mandar emigrar os nossos doentinhos. Ou pelo menos tentar. Se correr mal a culpa é sempre do Passos. Já agora, ninguém recebeu por engano o Magalhães que o meu filho tinha direito? É que o Costa também afirmou em Abril de 2020 algo que está (!) escrito no programa do governo.

Coitado do Passos ainda apanha com esta também...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:19


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


subscrever feeds




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D