Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Do Céu ao Inferno

por Nunovsky Ops, em 14.11.20

Como é possível?

Como é que chegamos aqui?

Como é que de exemplo na primeira vaga, de país modelo na pro-actividade, passamos a ser um dos piores ao nível de infecções por 100.000 habitantes?

Os culpados, já sabemos, somos nós porque o nosso Governo fez de tudo para isto não acontecer... isto segundo o nosso PM.

Acontece que desde Maio andamos a imitar a cigarra em vez de trabalharmos como a formiga.

Onde andaram os estrategas do Governo para as diferentes áreas da economia? Que planeamento, que estratégias foram gizadas para o país enfrentar a 2ª vaga (e já agora a 3ª)?

As medidas discricionárias, aleatórias e ziguezagueantes, os Grande Prémios, os Avantes e etc minaram por completo a credibilidade das instituições competentes...

O desastre que é a comunicação institucional da DGS e do Ministério da Saúde... 

Na minha humilde opinião o aumento exponencial do numero de casos explica-se somente pela percepção instalada na sociedade que a crise económica já chegou e, daí, existe a necessidade de sobrevivência, de trabalhar para conseguir algum sustento... Ninguém quer parar...

Deveríamos ter aprendido alguma coisa desde Maio... nem que fosse olhar para as estratégias que alguns países adoptaram como por exemplo o Japão que percebeu desde cedo que, mais do que vencer, deveria instruir a população a conviver com o vírus.

É fácil? Claro que não mas...

 

PS: A tricas políticas e atitudes como a do PCP (ao não adiar o Congresso) fazem mais pelos chegas deste país que qualquer campanha eleitoral...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:04


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


subscrever feeds




Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D