Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



10 Perguntas Incontinentes I

por Nunovsky Ops, em 20.04.20

Questões que desafiam a destreza das dúvidas e a origem das espécies...

As respostas requerem-se ao nível de um Zandinga, de um Marques Mendes, Louçã ou de um Rogeiro... Na falta destes, já fico contente com um Tino de Rãs....

  1. O que é que é feito daquele movimento "Não TAP os olhos" e do António Pedro Vasconcelos?
  2. Já receberam o reembolso do IRS?
  3. Sendo os maiores de 70 anos o principal grupo de risco porque é que uma das primeiras medidas foi o fecho das escolas e creches?
  4. Alguém sabe o que é feito da Greta?
  5. Será que o choque tecnológico vai finalmente chegar ao corpo docente?
  6. Para além dos hospitais militares, alguém viu as forças armadas por aí?
  7. Como as praias vão estar limitadas no Verão e serão os 300 elementos da Policia Marítima a fiscalizar os  800 km de costa continental, a que horas irá Marcelo Rebelo de Sousa fazer o seu mergulho diário?
  8. Alguém sabe o nome da Ministra da Agricultura? Conheço alguns estudantes que querem trabalhar na agricultura e usar a isenção no IRS que o governo propõe...
  9. As medicinas alternativas já encontraram algum tratamento para o Covid-19 para além daqueles propostos pelo Nelo Chapeiro?
  10. A malta que é contra as vacinas também está a cumprir o confinamento?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:52

Processo de Infantilização Social em Curso II

por Nunovsky Ops, em 20.04.20

Hoje estou um pouco azedo, para não dizer ácido...

Caíram-me mal, durante o fim de semana, os episódios d"Os Caricas" no canal Panda que este país se tornou...

Então não é que a máquina de spin política de quem nos governa e suporta começou a entrar em ação com as técnicas de 2011? Não viram? Então eu explico: começou a tentativa de divisão interna e externa. 

Internamente, e ao longo destas ultimas semanas, começou a ser uma heresia, um crime de lesa-á-pátria criticar qualquer decisão do governo e do parlamento. Ninguém questiona porque é que a DGS ziguezagueia em recomendações e pareceres sobre o recolhimento, os picos de pandemia e o uso de máscaras...

Ninguém questiona porque é que vão existir aumentos para a função publica... Todos batem palmas e louvam os profissionais das forças de autoridade e dos Serviços de Saúde (mais do que justo e merecido) e não se insurgem pelas novas contratações para os hospitais a €6,42 à hora...

Já para não falarmos do layoff: és trabalhador do sector privado levas 2/3 de salário; és funcionário publico levas 100% porque na constituição não está prevista esta figura jurídica de layoff para o setor publico assim como a perda de outros privilégios e remunerações...

Agora, e mais caricato, temos a tentativa de dividir entre democratas e fascistas aqueles que são contra e a favor das comemorações do 25 de abril. Valha-nos as intervenções de João Soares e Vasco Lourenço (jasus nem imaginam como me custou escrever isto...).

Estes senhores pensam que o 25 de abril deve ser comemorado na Assembleia... Não podiam estar mais enganados e só revela que se julgam donos disto tudo...

O 25 de abril, dia da Liberdade, comemora-se na rua, nas nossas casas, na internet, a ver um concerto, a ver uma peça de teatro, a ir a um museu, a ver um evento desportivo ou então simplesmente a viver Portugal..."Os Caricas" este fim de semana, fizeram mais pelos Venturas e quejandos que 100 comícios...

Felizmente muitos já começam a ver o Panda Biggs (mais de 90 mil subscritores da petição contra as comemorações...)

Externamente vão começar as campanhas de nós contra os outros do norte da Europa.

O Trump e o Bolsonaro não contam para o nosso Totobola, o Boris a partir do momento que elogiou o enfermeiro português passou a ser um estadista do camandro, e os chineses alimentam esta coisa toda... Resta-nos os alemães, os holandeses e os escandinavos...

Aqueles malandros não querem contribuir para a nossa causa.... Malandros...

No verão fechamos as praias e os restaurantes e assim já não vão poder apanhar grandes tosgas e passearem-se por aí como lagostas ao sol...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:18

O livro da semana

por Dafrog, em 20.04.20

thumbnail_IMG_20200419_184006.jpg

Hoje deixo-vos o meu "conselho literário da semana".

Este livro foi-me oferecido há uns anos por um colega e amigo de trabalho, com um humor muito particular. 

No prefácio o autor explica:

"Há conceitos em que todos, para o bem ou para o mal, conseguimos rever-nos, ou nos quais projectamos, sem esforço, pessoas com quem trabalhamos, pessoas que se movem no nosso círculo de relações, de quem dependemos, ou cuja verdadeira estrutura moral nos foi revelada nas andanças do quotidiano."

Dos vários capítulos deste fantástico compêndio, apraz-me reproduzir uma frase do capítulo "O filho da puta também também trabalha, mas...":

" O filho da puta prefere passar despercebido quando a hora é de assumir responsabilidades."

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:22

Breve reflexão sobre cabanas

por Nunovsky Ops, em 18.04.20

As cabanas e o Amor.

Sou um pragmático nestas coisas do amor apesar de ser um romântico (por incrível que pareça... ambos podem coabitar)!!
Na minha opinião, o amor é uma cabana que poderá ser facilmente derrubada por um qualquer sopro... O que realmente nos une a outra pessoa é, tão somente, tudo o resto!
Dizem que é o amor que nos move mas o que segura e o que faz perdurar no tempo uma relação é o entendimento e a cumplicidade entre duas pessoas. E isso é o que há de mais bonito nas relações, sejam elas amorosas ou não.
Aquela frase, aquela piada, aquele momento, aquele filme, aquele vinho, aquela musica, aquele olhar mudo de cumplicidade e entendimento perfeito...
Aquele cheiro, aquele gesto, aquele defeito irritante a que já nos familiarizamos e que simplesmente já não passamos sem…
O amor, meus caros, é um substantivo! Mas duas pessoas que fazem cedências de parte-a-parte, diariamente, com o fim de elevar o objetivo comum, sobrepondo-o aos objetivos individuais? Isso é um sentimento, é uma obra de arte!
Um sentimento que parte de uma vontade mútua de partilhar experiências de vida...

Seja pelo simples conforto de nos sentirmos acompanhados, seja pela biologia ou pelo contexto sociocultural que nos é incutido de que fomos feitos para casar e procriar… Seja apenas pelo simples facto de amarmos alguém ao ponto de querermos estar a seu lado até ao fim dos nossos dias… Todas elas são válidas, legitimas e todas elas se cruzam.
Porque, ao olharmos para trás no final das nossas vidas, pouco interessarão as causas, as razões… interessar-nos-á saber se algum dia chegamos a viver numa cabana! E as cabanas são tão boas...
Amor e uma cabana, apenas | Cabana, Cores, Amor

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:25

Processo de Infantilização Social em Curso

por Nunovsky Ops, em 18.04.20

Só o titulo mete respeito!!!

Desculpem o desabafo mas parte da sociedade portuguesa parece que vive no Canal Panda. 

Desde que o Marco do BigBrother deu um pontapé em direto numa das suas compinchas em 2000 parte da nossa população passou a comer fastfood televisivo... O importante é aparecer... nem que seja a fazer figura de urso em prime-time... Selfies e gins nos sunsets, joggings e dinnings e agora Tik-Toks...

Temos que ser otimistas, ser resilientes (como é moda dizer) mas ter os pés bem assentes no chão e ter uma boa dose de realismo.

Se numa primeira fase desta pandemia era importante passar uma mensagem de otimismo com o "Vai ficar tudo bem" agora já chega malta. A vida de todos está a ser (ou vai ser) tremendamente afetada e a ideia que fico é que metade do país está a gozar umas semanas de férias... "É bom para refletir, ler livros e ver séries..." dizem nas redes sociais... E que tal começar a pensar e, como se diz no Norte, despertar para a vida??

Porque é que grande parte da população "come" tudo o que os políticos servem só porque parte da comunicação social faz os fretes aos dos costume?

Os miúdos em idade escolar vão perder três meses de aprendizagem e as assimetrias e desigualdades vão aumentar... Só alguns terão a sorte de ter professores e pais disponíveis (€) e que se interessam, para os ajudar a trabalhar com sucesso... Apenas alguns cronistas começam a refletir sobre isto. https://expresso.pt/opiniao/2020-04-18-Uma-decisao-medrosa-e-indesculpavel

A quantidade de contradições que se sucedem neste país irão dar alguns posts... O Dafrog já tocou numa delas... O sr Costa, inicialmente, dizia que austeridade estava fora de questão mas hoje já admite essa austeridade... A sério?? Um milhão de pessoas em layoff, empresas a fechar, o turismo a colapsar e não iriam existir custos??

Ainda bem que o governo é de esquerda... 

https://www.publico.pt/2020/04/18/politica/opiniao/despudor-querer-manter-aumentos-funcionarios-publicos-2021-1912727

Quando chegar o final do mês e a malta vir a nota de vencimento e, infelizmente, noutros casos o despedimento... vai ser bonito...

A CMTV/TVI vai ter muito trabalhinho...

Panda E Os Caricas - O Autocarro Do Panda - YouTube

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Os restaurantes do "futuro"

por O mar de Espinho, em 18.04.20

A propósito desta situação que vivemos, em que estamos a assistir a uma maior intervenção do estado na sociedade e também a propósito de umas tripas que me foram servidas ao almoço, venho aqui transcrever uma crónica para primeiro post, pois quem bem me conhece, sabe que estes meus 90 kilos não apareceram ao virar da esquina e que também perante situação pessoal vivida, devemos bem aproveitar os "Prazeres" da vida sem nos preocuparmos muito em não viver.

"Chegado a um dos meus restaurantes favoritos fui surpreendido por um pequeno cartaz á entrada que dizia: «Proibida a entrada a clientes manifestamente obesos» Sorri com a brincadeira até me ser exigido colocar-me na balança. «O sr dr tem sorte» disse-me o meu amigo Dias, «mais 2 ou 3 quilos e teria de ir jantar a casa. Não estamos autorizados pelo Ministério da Saúde a servir obesos». Ainda perplexo sentei-me á minha mesa preferida «Vamos então começar por uns espargos quentes com molho de manteiga» disse ao Dias mesmo sem consultar a lista. Foi-me exigido que mostrasse análises recentes ao colestrol! Estupefacto assisti a uma leitura atenta das minhas análises e a um diagonóstico definitivo: «Manteiga nem pensar, posso servi-los sem molho.» O colestrol estava muito elevado. Pensei que brincava (até porque o conhecia há muito anos e o pensava meu amigo), e acrescentei: «Depois traga-me umas costoletas de borrego fritas em alho e louro com arroz de grelos.» O Dias, com ar sério, voltou a ler as ditas análises e  abanou negativamente a cabeça. «Com os seus triglicéridos tão altos não lhe posso servir fritos.» Aliás a ureia também não era famosa, o melhor era esquecer a carne. «Porque é para o sr dr, arrisco em servir-lhe um peixinho cozido com legumes. Sem azeite.» Continuei a achar que brincava, apesar do seu olhar sério, e resolvi alinhar: «Então com peixe cozido vou beber um branco seco, muito frio~, pode ser Pêra-Manca, para disfarçar uma refeição tão insípida.» O Dias voltou às análises. «Vou ter de lhe trazer água ou sumo de laranja, as suas transaminases e a gama GT não aconselham nenhum álcool.» Comi desconsolado, decidido a retirar-me para o balcão. Ali seguramente, pensei, o Brito não me vai chatear com a sobremesa. Enganei-me redondamente. Proibiu-me as trouxas de ovos (o açucar estava no limiar superior ao normal), recusou-me o habitual Cutty Sark com cinco pedras de gelo e serviu-me um descafeinado. Acendi um charuto (um pequeno Corona porque a refeição não existiu). Ia desmaiando. O Brito exigiu-me um raio-x do tórax, isto porque o charuto era pequeno, porque se fosse por exemplo, um robusto, teria de lhe apresentar provas de função respiratória. A minha chapa do tórax não lhe agradou. Estava suja, disse. Não fui autorizado a fumar! Ordens do Governo, com o apoio do novo bastonário Dr Gentil Martins, tudo para bem dos cidadãos, inserido numa grande campanha contra o cancro do pulmão. Saí porta fora, indignado sem sequer me despedir. Já em casa e com insónias, por razões obvias, folhei antes de me deitar , o Diário de Notícias do dia. Em grandes parangonas, na primeira página, fazia-se referência à inauguração do novo hospital em Lisboa, pelo senhor primeiro ministro. Interessado, tomei conhecimento que o novo hospital seria apenas para curas de emagrecimento. Todos os cidadãos com peso a mais, seriam obrigados a passar as suas férias (gratuitamente para os mais desfavorecidos) nessa instituição.

 

 

 

 

Foi então que acordei, encharcado em suor. Tranquilizei-me. Tudo não passara de um terrivel pesadelo. Até quando?"

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:07

A concha cor de rosa

por Dafrog, em 18.04.20

Vá lá um gajo perceber os outros gajos que mandam nesta merda toda!

N'as pas de Páscoa mas 25 de Abril sempre!

Mais de 100 convidados, uma miríade de jornalistas além dos, igualmente, mais ou menos 100 deputados, farão a festa num dos dias mas importantes da nossa história.

Estou de acordo com este ajuntamento? Não de forma nenhuma.

Tenho um grupo no Whatsapp com os meus primos e o meu irmão onde se fala de tdo e mais alguma coisa e, como não poderia deixar de ser, este assunto veio à baila. Retenho e partilho convosco aquela que, para mim, foi a particpação mais marcante de toda esta discussão:

"Queridos primos, assinei a petição e digo-vos já porquê. Este dia nunca deve ser esquecido, é um marco importante nas nossas vidas, mas os mesmos que se querem juntar são aqueles, que bem, nos colocaram proibições morais e legais durante esta pandemia. O que será feito não passa de um festejo presencial desta data importante. Algo que pode ser feito de outra forma. Imaginem como essas pessoas vão explicar a alguém que perde um ente querido e não pode acompanhá-lo na despedida... A liberdade também é isso, sabermos a importância de escolher não fazer as coisas mesmo quando elas são moralmente impostas."

25 de Abril sempre, fascismo nunca mais!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:19

Ensino à distância

por Dafrog, em 17.04.20

Moodle, Escola Virtual, Tele-escola, Microsoft Teams....ahhhhhhhh tanta merdice!

Durante esta semana começou o tão famoso ensino à distância para os alunos do Ensino Básico e Preparatório. Como todos sabem tenho um filho de 13 anos a frequentar o 7º ano de escolaridade.

Lembram-se quando chegávamos à saula de aula e os professores sabiam ensinar?

Todo este processo de ensino vem de encontro ao que eu (como pai) já suspeitava há alguns anos. Apesar de algumas excepções, temos uma data de pessoas (imensas) que, não tendo mais por onde escolher, decidiu ir para o ensino. Gabo-lhes a coragem, ou não.

Professor(a) - " Vejam os vídeos na plataforma xxxx e corrijam os trabalhos que fizeram na última semana"

Aluno (filho) - " Professor(a) os vídeos que colocou estão com uma assinatura protegida e não temos autorização para vê-los"

Professor(a) - "Esqueçam esses vídeos. Façam antes o exercício que coloquei na plataforma zzzzz e entreguem até amanhã."

Aluno (filho) - "Professor(a), o exercício não está disponível. Onde posso encontrá-lo?"

Professor(a) - ...........

Debitar informação não é o mesmo que ensinar e explicar. Dou por mim a pensar que passei ao lado de uma bela carreira a fazer de explicador. Era dinheirinho em caixa sem ter de pagar todos aqueles impostos que pagamos, para que o "Querido Líder Costa" venha agora anunciar o Magalhães II e Internet à borla para todos os alunos deste país...

Quem é que estará desta vez a esfregar as mãozinhas com este fantástico negócio que se avizinha?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:39

Raisparta o virus II

por Nunovsky Ops, em 17.04.20

Após ter lido o ultimo post do Dafrog (raio de nome... um destes dias vou escrever sobre isto...) pensei que realmente o tipo tem razão: a saudade bate forte e ainda "só" passaram alguns dias... Pensei também que os portos tónicos dão um resultadão a nível literário mas...

Esta manhã tive que ir às compras para abastecer a dispensa e passei no talho. Meus amigos, tive daqueles momentos que só pensava ser possível quando íamos ao barbeiro... (ah nostalgia capilar!!!). Sim, ao barbeiro e não a estas modernices de cabeleireiros em que somos tratados como... híbridos... cheios de modernices e tónicos e condicionadores e coisas...

Barbeiro... aquele sítio em que te sentavas na cadeira e o barbeiro (propriamente dito) sabia o teu nome, onde moravas, o teu corte, o teu clube, se gostavas de falar muito ou pouco, e se no fim querias secar o cabelo, gel ou laca Fiero(!!)(ah saudades do sr Faria!!) e onde ouvias tudo sobre a vida real, a economia real, o que acontecia nas ruas circundantes ao estabelecimento comercial, o estado do mundo, o estado do país e, como é obvio, a solução para estas merdas todas... Sim, porque Deus nos livre se, um destes dias, um Bill Gates deste mundo entra num barbeiro... Tudo, mas tudo, fica resolvido...

Mas estava a dizer que fui ao talho e o meu amigo Rui Pedro (que me trata nas "palminhas") proporcionou-me um desses momentos de barbeiro... discorrendo sobre os estado atual das coisas, dos efeitos da pandemia, da atuação dos nossos governantes, do quão sortudos certos tipos que trabalham na aviação são, de como as escolas estão, and so on...and so on...

Que alimento à alma, que saudades tinha destes momentos... E para além do mais (qual cereja em cima do bolo) ficou a promessa de uma jantarada em sua casa quando esta coisa toda se dissipar... Menina Rosa prepare-se para me receber... comer bem está garantido (peixe??) e o vinho é por minha conta... não se esqueça do pudim!!!

Depois desta manhã os sugos de fruta nunca mais serão os mesmos porque... "o homem do talho... não pode ir para o soalho..."

Bem haja!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:02

Algum J.P. Sá Couto disponível?

por Nunovsky Ops, em 16.04.20

"PS Porto propõe fundo para comprar computadores para alunos carenciados"

As desigualdades entre crianças com e sem acesso a meios informáticos é “inaceitável” e, em tempos de pandemia, agravam ainda mais o “risco de reproduzir fenómenos de desigualdade, de pobreza e de exclusão para o futuro”. Quem o diz é o PS/Porto, que propõe a criação de um fundo com um valor mínimo de 1,5 milhões de euros para adquirir equipamentos informáticos e oferecer acesso à internet aos alunos mais carenciados da cidade.

https://www.publico.pt/2020/04/16/local/noticia/ps-porto-propoe-fundo-comprar-computadores-alunos-carenciados-1912639

 

Será que ainda vão a tempo?

Será que avisaram o Ministério da Educação ou o Governo desta preocupação?

Terá sido por causa da TVI?

Ainda vamos ter um Magalhães 2.0 !!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:40




Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


subscrever feeds




Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2022
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2021
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2020
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D